Impacto da escassez de chips no setor de energia

Impacto da escassez de chips no setor de energia

Seja para comprar um carro novo, construir uma casa ou adquirir um console de jogos para preencher as horas durante os lockdowns, desde o início de 2021, todos nós estamos sentindo os efeitos da escassez de chips na economia global.  Não é preciso dizer que a crise também afetou o setor de energia. A disponibilidade limitada, os preços astronômicos e os prazos de entrega não confiáveis fizeram com que nós também enfrentássemos desafios em uma escala nunca vista antes. Hoje, nossos prazos de entrega voltaram ao nível anterior à crise. Neste artigo, resumimos como conseguimos esse feito e o que isso significa para os pedidos futuros.

Os efeitos abrangentes do déficit – causas e consequências da escassez de componentes

As causas da crise de componentes foram e ainda são variadas. Elas podem ser atribuídas em parte à pandemia do coronavírus e são parcialmente influenciadas por outros eventos globais e sociopolíticos, levando a uma situação complexa.

  • Os lockdowns restringiram enormemente a produção em muitos lugares.
  • O aumento significativo da demanda por equipamentos de entretenimento doméstico e equipamentos para home office resultou em uma enorme demanda por componentes semicondutores.
  • O transporte de passageiros foi paralisado durante os lockdowns internacionais, restringindo ainda mais a capacidade de frete e causando o aumento dos custos de transporte.
  • O conflito entre a Rússia e a Ucrânia intensificou ainda mais os desafios da cadeia de suprimentos em determinados setores, restringindo a entrega de metais, alimentos, produtos químicos e outras matérias-primas.
  • A crescente popularidade dos carros elétricos também está afetando a disponibilidade de componentes, pois esses veículos exigem muito mais componentes eletrônicos do que aqueles com motores a combustão.
  •  

As consequências foram prazos de entrega incertos e não confiáveis e um aumento de preço de mais de 400%.  Fomos forçados a adquirir componentes por meio de novos canais, o que, além das faixas de preço astronômicas, também introduziu um risco de qualidade, resultando na necessidade de desempenhar testes adicionais de garantia de qualidade em cada entrega.

Otimização dos prazos de entrega e uma abordagem sustentável para a escassez

Desde o início, ficou claro para nós que tínhamos que enfrentar esse desafio com uma abordagem de longo prazo que também fornecesse soluções rápidas, atendesse aos requisitos de nossos clientes e garantisse uma qualidade consistente. 

Para atender a essas altas demandas, criamos um Painel de déficit interdisciplinar. O objetivo do painel era monitorar a situação, tomar decisões sobre determinados pedidos e licitações críticos, habilitar otimizações adicionais do tempo de entrega e garantir uma comunicação rápida e contínua com nossos clientes e parceiros de vendas.

Objetivos: Reduzir os prazos de entrega e garantir a qualidade

O objetivo do Painel de déficit era claro: manter os prazos de entrega o mais curtos possível sem comprometer a qualidade.  Várias medidas foram introduzidas para esse fim:

Aumento do estoque

A primeira e mais óbvia medida foi estocar todos os componentes e peças de reposição. Nesse aspecto, tínhamos uma vantagem considerável sobre muitas outras empresas, pois temos parcerias de longa data com nossos distribuidores de componentes eletrônicos e, muitas vezes, trabalhamos diretamente com os fabricantes. Além disso, adquirimos uma proporção significativa de nossos componentes mecânicos e acessórios de fabricantes regionais, o que, até certo ponto, limitou o efeito de gargalos globais e problemas de transporte.

Compramos componentes que não estavam disponíveis em nossos distribuidores ou que tinham prazos de entrega muito extensos para nós em outros mercados compradores, às vezes a preços muito mais altos.  Esses componentes passaram por testes intensivos de qualidade antes de serem usados na produção em série, o que nos ajudou a manter a capacidade de fornecer nossos produtos. 

Ao mesmo tempo, investimos em 21.000 m² (226042,12 pés²) de espaço adicional de armazenamento para aumentar nossa capacidade de estocagem.

Avaliação das necessidades específicas do pedido

Apesar de aumentarmos nosso estoque, também fomos afetados pela escassez, o que nos obrigou a melhorar os prazos de entrega e a avaliar e priorizar os pedidos. O Painel de déficit desenvolveu um processo que nos habilitou trabalhar em pedidos especiais com prioridade mais alta, como em emergências após desastres naturais ou aplicações relevantes para o sistema.

Comunicação transparente e contínua com clientes e parceiros de vendas

A comunicação com nossos clientes e parceiros de vendas sobre os prazos de entrega foi igualmente crucial. O contato próximo com eles nos habilitou entender e atender às suas necessidades individuais e lidar com suas expectativas. Isso possibilitou o fornecimento de estimativas de entrega realistas e o cumprimento de nossas promessas.

Segurança de fornecimento de longo prazo

Além de reduzir rapidamente os prazos de entrega, também queríamos minimizar os possíveis problemas de atraso em longo prazo.  Para isso, analisamos e otimizamos os processos de produção.

Uma equipe dedicada foi incumbida da tarefa de procurar alternativas para componentes de difícil obtenção e de reformular proativamente nossos produtos, possibilitando o uso de componentes diferentes e atingindo o mesmo nível de qualidade e funcionalidade.  Componentes mais comuns foram incorporados aos nossos produtos. Essa etapa deve garantir a disponibilidade mesmo no caso de situações de mercado desafiadoras no futuro.

Normalização bem-sucedida dos prazos de entrega

Graças ao esforço conjunto de todas as equipes envolvidas e aos grandes investimentos em tempo e dinheiro, os prazos de entrega foram reduzidos de forma constante, e mais de 95% dos nossos produtos agora são entregues dentro do prazo pré-crise de quatro semanas ou menos.

Descubra mais OMICRON Coverstories

Mostrar todas as Histórias de Capa

Ouça nossos podcasts

You are using an outdated browser version.
Please upgrade your browser or use another browser to view this page correctly.
×